Barroca alega o jogo da volta será o mais difícil dos últimos contra o Corinthians

O Atlético-GO enfrenta o Corinthians, pelo segundo jogo da terceira fase da Copa do Brasil. A bola rola às 21h30 no Estádio Antônio Accioly. Logo, a partida marca o quarto jogo do técnico Eduardo Barroca à frente do Dragão. A sua contratação foi contestada, mas até o momento ele está invicto sob o comando do clube. Então, o time atleticano venceu a primeira partida por dois a zero na Arena Neo Química. Assim, o Timão terá que vencer por três gols de diferença.

Contudo, o treinador do Atlético-GO afirmou que o time vai ter que jogar no limite para garantir a classificação. Vale ressaltar que o Dragão está em vantagem no placar.

Não, de maneira alguma (seria zebra). Temos que ter ciência que estamos jogando um jogo eliminatório contra uma equipe forte, já cansamos de ver vantagens sendo desfeitas com 20 minutos do primeiro tempo. É uma partida de jogar no limite, de ter um padrão de excelência máximo. Vamos precisar trabalhar no nosso limite se quisermos passar de fase, sem sombra de dúvidas esse jogo dos três será o mais difícil porque até a referência que se tem dos dois jogos anteriores dá para as duas equipes encontrarem novas alternativas. Todos têm que ter ciência que o Atlético-GO, para classificar, vai precisar jogar no seu limite”, disse Barroca, reproduzido pela Sagres.

O Atlético-GO pode ter a volta de Arthur Gomes no ataque. Ele se recuperou de lesão muscular e está a disposição. Janderson e André Luís são desfalques, eles tem vínculo com o Timão e não podem atuar por força de contrato. O jovem Ronald ainda é dúvida para o jogo. Detalhe que ele foi um dos destaques na primeira partida. Além disso, caso o Dragão consiga classificar arrecada R$ 2,7 milhões de premiação da CBF.

Mudança da data

A Confederação Brasileira de Futebol, alterou o jogo Cuiabá x Atlético que iria acontecer na próxima segunda-feira. Contudo, a entidade não definiu uma data ainda.