Após paralisação do Goianão, meia do Atlético-GO se compadeceu com a situação de alguns jogadores

Foto: Paulo Marcos/Ass ACG

Em entrevista para a Rádio Sagres 730, o meia-atacante Matheus falou sobre vários assuntos relacionados ao Atlético-GO e um dos temas foi a paralisação do Campeonato Goiano. Diante deste cenário, o atleta rubro-negro se compadeceu com a situação de alguns jogadores que ficarão sem clube, por conta do contrato curto e pela pausa no torneio estadual.

“Ninguém esperava que isso fosse acontecer e isso me deixa muito triste e chateado. Não concordo com as dispensas, mas se falando da paralisação foi o correto porque a saúde tem que vir em primeiro lugar”, completou o jogador atleticano.

Na visão do meia, garantiu que não concorda com dispensas e explicou que essa paralisação foi correto por que a saúde tem que vir em primeiro lugar. Não só com os jogadores, dirigentes e membros da comissão técnica, mas também com os torcedores e outras pessoas que também vão realizar quarentena.

Por enquanto não há nenhuma novidade com relação ao retorno aos gramados, mas os jogadores seguem por conta própria realizando os treinamentos em seus domícilios. Até que a situação esteja totalmente normalizada entre as partes.