Segundo matéria publicada no jornal Folha de S. Paulo, neste sábado (09), o maior movimento de jogadores profissionais do Brasil chegou ao fim.

De acordo com a publicação, alguns jogadores estavam encontrando dificuldades para serem contratados por conta de um perfil “rebelde”.

Leia também

O movimento teve seu pontapé inicial no dia 1 de Setembro de 2013, quando ao fim do empate em 0x0 entre Coritiba e Internacional, o meia Alex e o zagueiro Juan, ex-companheiros de Seleção Brasileira, ao trocarem camisas ainda em campo reclamaram do cansaço causado pelo excesso de jogos e resolveram tomar alguma atitude quanto ao excesso de jogos.

O movimento ganhou vários adeptos e ganhou corpo, fundando assim o Bom Senso Futebol Clube.

atletas-bom-senso-cbf-divulgacao

Entre as principais reivindicações estavam:

Mudança no calendário:

  • Aumento da pré-temporada
  • Menor quantidade de jogos para os clubes de maior expressão.
  • Maior quantidade de  jogos para os clubes de menor expressão. (82% dos atletas atuam por 3 meses).

 

 

 

 

 

 

 

Fair Play Financeiro:

  • O clube não poderá aumentar o déficit.
  • Limitação do custo do futebol em  70% das receitas.
  • Incentivo a busca da distribuição equilibrada das fontes de receita.
  • Garantia do cumprimento dos contratos de trabalho.
  • Clubes com dívidas pendentes não poderão contratar.
  • Dirigentes tendo responsabilidade pela gestão.
  • Padronização das demonstrações financeiras.
  • Reavaliação do envidamento com auditoria independente
  • Cursos profissionalizantes para diversos atores do futebol

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Infelizmente as reivindicações quanto ao calendário pouco tiveram efeito, pouquíssimas mudanças.

No entanto, o grande legado do movimento ficou por conta das reivindicações do Fair Play que se tornaram base para o lei denominada PROFUT.

Os reflexos já se iniciaram, clubes não podendo se endividar, dirigente sendo responsabilizados pela gestão, obrigatoriedade de pagamentos em dia (CNDs) entre outras grandes evoluções do ponto de vista da GESTÃO ORGANIZACIONAL dos clubes.

Uma imensa pena o fim do movimento.

Como amante do futebol me resta apenas agradecer e muito pelas grande evoluções trazidas pelo movimento.

Ao BOM SENSO FUTEBOL CLUBE meu muito obrigado!

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!