Exibir tudo

Na noite dessa sexta-feira, o Dragão foi até Maceió visitiar o CRB em jogo válido pela 4ª rodada do Campeonato Brasileiro Série B. O Atlético vinha de vitória em casa e apresentando bom futebol nessa Série B. Já o adversário ainda não tinha vencido no campeonato e vinha pressionado. Por óbvio, o favoritismo era rubro-negro.

Só que com apenas 15 minutos de jogo o favoritismo caiu por terra. Logo de cara levamos dois gols ridículos. O primeiro por MAIS UMA FALHA DO KLÉVER, que rebateu a bola no pé do atacante. O segundo gol surgiu por uma falha do até então melhor jogador do Atlético na Série B, Rene Santos não soube sair jogando na defesa, entregou a bola para o ataque do CRB e o SOFRÍVEL Willians Santana fez mais um.

Ainda teve tempo pra Willians Santana, que não jogou nada aqui em 2017, fazer um incrível hattrick. Nesse gol até que não teve falha grotesca não, apesar da moleza do nosso time.

Primeiro tempo de sangrar os olhos, nada parecido com aquela equipe que fazia o torcedor acreditar ser possível o retorno pra Série A. Bileu perdido no meio campo, Bruno Santos terrível mais uma vez na lateral esquerda, Tomas Bastos com sua preguiça e João Paulo que parece que nem entrou em campo. 3×0 ficou barato na etapa inicial, onde o CRB perdeu mais algumas oportunidades.

Confesso que no segundo tempo nem prestei atenção direito no jogo, tanto era o desânimo com o péssimo futebol apresentado pelo Atlético. Lembrava as partidas do fracasso do Goianão. No fim, William Alves descontou de cabeça. Final, 3×1.

De lição, fica que AINDA não podemos confiar muito nesse time, até que nos provem o contrário. Vamos manter o pé no chão. Mesmo se ganhar o próximo jogo, tenham um pé atrás com esse time, que já nos deu muito mais motivos para desconfiarmos do que acreditarmos.

Ah, EU NÃO AGUENTO MAIS O KLÉVER! Dizem que todo bom time começa por um bom goleiro… infelizmente não é o que estamos vendo no nosso time. Chega! Ele não tem confiança nenhuma pra ser goleiro titular de um time que quer coisas grandes nessa Série B. Em quatro rodadas, ele falhou bisonhamente em QUATRO GOLS. É inadmissível.

Derrota que serviu para manter os pés no chão do torcedor atleticano.

Deixe uma resposta

//]]>