Atlético-GO relembra 2014 e espera fazer sua parte para não dar chance ao azar

Exibir tudo

Foto: André Costa/ Agência Estado

Exemplos do passo recente envolvendo o próprio Atlético-GO servem de alerta e inspiração para o clube buscar na última rodada da Série B suas próprias forças para garantir o acesso à Série A em 2020. Para a última rodada, o Dragão encara o Sport, às 16h30 (horário de Brasília), no estádio Antônio Accioly.

No atual momento, o Atlético-GO está na quinta colocação e com 61 pontos conquistados, o time precisa vencer e torcer por um tropeço do América-MG para não vencer o São Bento ou que o Coritiba perca para o Vitória.

Mesmo que a situação seja difícil, o Atlético-GO não deixa de acreditar e o discurso do presidente Adson Batista remete ao que aconteceu com o Dragão em 2014. Naquela época, o clube estava na quinta colocação antes da última rodada, a equipe atleticana precisava vencer o Santa Cruz no Serra e torcer por um tropeço do Boa Esporte, que estava na quarta colocação. No entanto, o clube de Varginha-MG perdeu do já rebaixado Icasa, no entanto, o Atlético-GO também perdeu seu jogo.

Para falar sobre o assunto, o próprio presidente comentou: “Temos que preocupar em fazer nosso papel, é um jogo duríssimo contra o Sport. Acho complicado depender de resultados e é a única rodada em que estamos dependendo, a última. Isso é pesado para nós. Mas se o Atlético-GO superar as adversidades, ganhar de um grande adversário e contar com tropeços, talvez será o acesso mais comemorado da nossa história. Mas primeiro, temos que ganhar nosso jogo”, diz Adson Batista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!