Atletas cobram CBF e Globo por estaduais 2020 e sugerem Brasileirão mais curto




Além dos clubes que tem a preocupação de resolver o quanto a questão das datas paralisadas devido ao coronavirus, os atletas também se mostram preocupados com o assunto. A Fenapaf (Federação Nacional de Atletas de Futebol Profissional) e o Sindicato dos Atletas de Futebol fizeram cobranças da CBF e Rede Globo em relação a indefinição dos estaduais.

A cobrança vem encima da reivindicação dos atletas de datas menores do Brasileiro 2020 para que as competições possam se finalizar ainda no ano de 2020

Leia também

“Nós já conversamos várias possibilidades. Vai depender como a epidemia vai andar. Se tudo voltar ao normal até maio, dá para encaixar tudo. Se não voltar, vai ter que mudar o modelo de competição. Só que aí isso também passa por alguns problemas contratuais. A Globo tem contrato para transmitir 38 partidas. Se diminuir o número de partidas, a Globo pode não querer pagar. A gente falou sobre diversas formas [diferentes de tocar o Brasileirão].”  disse Alfredo Sampaio, representante da Fenapaf.

Essa questão é o principal assunto a ser resolvido entre federações, clubes, TVs e jogadores. A logística para se definir as datas está completamente vinculada ao tempo que será necessário se tomar de contenção para prevenir a pandemia, e isso que torna a missão de estabelecer datas inviável.

“Citamos dois grupos de dez jogando entre si, campeão de um contra o campeão de outro. E aí teríamos 22, 24 datas se fosse jogo ida e volta. O importante entender é que essa decisão depende muito da questão do vírus. Se o vírus acabar em maio, tudo bem, mas e se acabar em junho ou julho? Aí não tem como ter 38 datas.”

Atletas e CBF entendem que estender o campeonato até 2021 é inviável a todos, da mesma forma é inviável uma adaptação ao calendário Europeu.

hÁ também os interesses financeiros envolvendo a Globo e a Turner que já adquiriram direitos pelas competições, mas para as empresas de comunicação a opção de comprometer futuras datas do ano seguinte é algo que agrade .

“A gente acha que a CBF está esperando o cenário para ver que tipo de calendário pode ter. Isso nos preocupa, porque os estaduais não acabaram. Os atletas estão com o campeonato paralisado, de férias e com um mês para receber. A CBF deveria trazer tranqüilidade e dizer que, independentemente do que acontecer, vai trazer datas para o calendário”, finalizou Alfredo Sampaio.







Os comentários estão encerrados.

error: Content is protected !!