Tito marca duas vezes, Atlético vence de virada o Criciúma na Série B

Exibir tudo

Foto: Carlos Costa/ Futura Press

Nesta sexta-feira, o Atlético estreou com pé direito na Série B do Campeonato Brasileiro e venceu de virada o Criciúma por 3 a 2, no estádio Olímpico, em Goiânia, às 20h30, válido pela primeira rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Os gols Rubro-Negro foi marcado pelo centroavante Tito duas vezes, mas Tomás Bastos também marcou.

O primeiro gol da partida aconteceu aos 19 minutos do primeiro tempo, após uma cobrança de falta no meio da rua, João Paulo na cobrança, mas chutou sem defesa para o goleiro Klever realizar a defesa. Atlético-GO 0 x 1 Criciúma.

O gol de empate do Dragão aconteceu aos 41 minutos da etapa inicial, quando Júlio César ganhou a jogada pela direita e realizou um cruzamento para Tomas Bastos, que chutou e o goleiro Luiz realizou a defesa parcial e no rebote Tito chutou para o fundo das redes. Atlético-GO 1 x 1 Criciúma

A virada atleticana aconteceu aos cinco minutos da etapa complementar, após um desvio na bola do zagueiro Renê para o atacante Tito e o lateral Andrew errou ao tentar afastar e o camisa 9 Rubro-Negro marcou seu segundo gol no duelo. Atlético-GO 2 x 1 Criciúma.

Já o terceiro gol do Dragão foi em uma finalização do camisa 10, Tomas Bastos, que fechou o placar em uma finalização de fora da área e a bola foi no meio do gol, mas Luiz acabou aceitando e não conseguiu evitar outro gol do Atlético no jogo. Atlético-GO 3 x 1 Criciúma.

Por fim, os catarinenses fizeram mais um gol no último lance do duelo, após cobrança de escanteio e um bate rebate na área e o goleiro Klever evitou o gol duas vezes, mas o lateral Sueliton atento tocou na bola para entrar para dentro do gol. Atlético-GO 3 x 2 Criciúma.

Ficha Técnica:
Atlético 3×1 Criciúma

Local – Estádio Olímpico, em Goiânia (GO)
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves (RS)
Assistentes: Leirson Peng Martinhs (RS) e Lúcio Beiersdorf Flor (RS)

Renda – R$ 16.380,00
Público – 815 pagantes

Atlético – Klever; Alisson, Willian Alves, Renê e Bruno Santos; Rômulo, Fernandez e Tomas Bastos; Cristhyan (Júnior
Brandão), Tito (Joanderson) e Júlio César. Técnico: Cláudio Tencati

Criciúma – Luiz; Suelinton, Sandro, Nino e Andrew; Jean Mangabeira (Alex Maranhão), João Paulo, Douglas Moreira e Elvis;
Maílson (Nicolas) e Zé Carlos (Kalil). Técnico: Argel Fucks

Deixe uma resposta

//]]>