Técnico Tite revela estar acompanhando Atlético, Walter e fala sobre futebol goiano

Para quem imagina que o futebol goiano passa longe do radar do técnico Tite que hoje comanda a Seleção Brasileira, está equivocado. O comandante revelou em uma entrevista concedida a Rádio 730 que está de olhos abertos para tudo que acontece no futebol nacional.

Tite durante a conversa com o repórter Juliano Moreira utilizou o exemplo de Diego Souza que vem recebendo oportunidades nas últimas listas da Seleção Brasileira. Disse também que vem acompanhando o Atlético, elogiou Walter com que trabalhou em 2008 no Internacional e ainda afirmou que espera o retorno do Goiás para elite do futebol nacional.

Confira os trechos em que ele destacou o futebol goiano:

“Estamos acompanhando de uma maneira geral e a convocação do Diego Souza é uma prova disso. Ano passado acompanhei o Atlético contra o Vasco e o time goiano jogou muito bem. O resultado daquele jogo em São Januário não condiz com a atuação dos dois times”.

“Acompanhei o Atlético no momento de reformulação da equipe e a inconstância que está tendo por conta do nível de exigência do Campeonato Brasileiro. Gosto muito de um jogador e que aconselhei por diversas vezes e lancei ele no Inter porque é um jogador diferenciado, mas que precisa também de auxilio e se conscientizar que tem que ter pessoas próximas para auxilia-lo”.

“Torço para que o futebol goiano de alguma forma possa retornar com o Goiás para a primeira divisão, porque é histórico a força que ele tem. Eu sofri muito para jogar em Goiás. Acho que joguei uns sete ou outros jogos e não tinha ganho nenhuma vez. Por que ele traz uma característica e o envolvimento é muito forte. Ele imprime um ritmo forte e o desgaste físico é grande. O Goiás no 2º Tempo sempre nos atropelava, o Atlético também, o Vila Nova não cheguei a enfrentar”.

Fonte: Diário de Goiás

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.