STJD toma atitude importante contra o VAR no Brasileirão

Foto: Fernanda Luz/AGIF




De acordo com a procuradoria do STJD que diz que não irá mais tolerar o pontapé na cabine do VAR, o lance aconteceu após um jogo pelo Campeonato Brasileiro entre Botafogo x Internacional, que ocorreu no estádio Nilton Santos, no Brasileirão.

Depois do goleiro Gatito, do Botafogo, agora foi a vez do jogador Eduardo, do Ceará, que foi denunciado pelo STJD por derrubar o equipamento do VAR a beira do gramado.

Com isso, Anderson Daronco apliou o cartão vermelho após analisar imagens através de uma tela do VAR em uma disputa de bola em que o lateral do Ceará atinge com o braço o adversário. Desta forma após a revisão de sua decisão, o jogador acabou deixando a partida.

Com isso, o procurador do STJ, Ronaldo Piacente, declarou que o jogador aqui em questão será denunciado pela atitude tomada contra o equipamento do VAR. No entanto, esta medida poderá ser repetida, caso o ato ocorra com qualquer outro jogador.

“Chega de pontapé na cabine do VAR. Não pode isso, senão vira uma bagunça. É um grande desrespeito não só ao VAR, como à arbitragem e ao próprio futebol”, declarou Piacente em entrevista ao site “Terra”.







Os comentários estão encerrados.