Saiba como está a busca do Atlético-GO por um novo treinador




A pandemia do novo coronavírus segue agravando no Brasil. O país tem mais de 4 mil pessoas contaminadas e 159 mortes. Em Goiás são 65 casos e são uma morte confirmada. Assim, seguindo a tendência de outras áreas, o futebol foi afetado. O Atlético-GO teve a Copa do Brasil e o Campeonato Goiano suspensos por tempo indeterminado. A busca por um treinador também foi estagnada.

“É impossível pensar em treinador nesse momento. Não sabemos nem quando vamos voltar a treinar e ainda mais jogar. Esse aspecto está parado”, disse o presidente do dragão Adson Batista. O último técnico do time foi Cristovão Borges. Ele foi demitido por conta do presidente discordar de como o seu trabalho durante os treinamentos estavam sendo executados.

Leia também

Em decorrência da crise, o Atlético-GO propôs aos jogadores uma redução de 50% do salário durante os meses de abril e maio. Porém, a oferta foi recusada e sem contraproposta dos atletas. O clube busca formas de resolver esta situação. Hoje terá uma reunião online com a CBF para resolver sobre o tema e além de uma ajuda  financeira na qual as agremiações necessitam durante o período de quarentena.







Os comentários estão encerrados.

error: Content is protected !!