Presidente da FIFA afirma “Primeiro vem a saúde, depois todo o resto”




Gianni Infantino, presidente da Federação Internacional do Futebol (Fifa), foi incisivo em suas declarações na noite do ultimo dia 23. O presidente da FIFA concedeu entrevista ao Gazeta Dello Sport, principal meio de informação esportivo da Itália, no qual  Gianni afirmou com todas as letras “Primeiro vem a saúde, depois todo o resto”.

O mandatário disse que o futebol só volta quando for possível, e ressaltou que as Federações e Ligas devem obedecer a todas as ordens de seus governos locais.

Leia também

O dirigente também ressaltou que nesse momento de paralisação global do futebol  seria prudente a analise de datas alternativas para alguma eventual mudança de calendário no futebol que seja necessária.

“Não sabemos quando voltaremos à normalidade. Mas vamos olhar as oportunidades. Talvez possamos reformar o futebol mundial dando um passo atrás. Com diferentes formatos e menos torneios” afirmou Gianni Infantino.

O comandante da FIFA também enfatizou os sacrifícios que necessitam serem feitos por um bem maior, tendo em vista a desolação que a pandemia vem causando em todo mundo, principalmente na Itália, onde atualmente é o ápice de calamidade publica mundial devido ao Covid-19.  E ressaltou também o resguardo dos clubes que passam por um momento de sacrifício financeiro.

“Agora temos que pensar no momento dos clubes e nas decisões sobre a regulamentação do status dos jogadores e transferências. Temos que pensar em proteger contratos. Medidas são necessárias. Será difícil, mas não há outra opção”, concluiu o Presidente da FIFA.







Os comentários estão encerrados.

error: Content is protected !!