Presidente da FGF diz que pode suspender o Goianão




Após o surto global do Covid-19 (Corona Vírus) ter alcançado o Brasil com proporções preocupantes a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) decidiu paralisar todas as atividades enquanto o surto não for controlado.

A decisão da CBF foi embasado nas recomendações da OMS (Organização Mundial de Saúde). O presidente da Federação Goiana de Futebol, André Pitta, também comentou sobre o caso. Para o presidente da FGF o caso é sim preocupante, porém ele vê como perigoso parar totalmente o Campeonato Goianoa devido a falta de datas para realizar a competição.

Leia também

“Não podemos falar que não (existe possibilidade de parar). A princípio, trabalhamos com a possibilidade da continuidade com portões fechados, como já foi determinado. A preocupação que nós temos é com a questão de datas. Não temos datas, então a paralisação do campeonato neste momento pode significar o encerramento antecipado do campeonato”

Outro fator que pesa nessa decisão é o fato do grande prejuízo para os clubes que disputam a competição. Segundo André Pitta as equipes do interior serão gravemente prejudicadas pelo baixo orçamento que possuem.

“Temos a dificuldade de alguns clubes conseguirem manter sua estrutura com o campeonato parado e sem saber quando retornar. Precisamos honrar compromissos, e os atletas vão continuar treinando, não vão parar. Então, isso só tiraria eles de dentro de campo. Mas eles continuariam indo à escola do filho, ao shopping, ao supermercado e outros locais com chances também de contaminação.” conclui o presidente da FGF.







Os comentários estão encerrados.

error: Content is protected !!