PÓS-JOGO – Atlético 1 x 2 Aparecidense – Preocupante

Na noite da última quarta-feira, o Atlético recebeu a Aparecidense no Estádio Olímpico em busca da primeira vitória no Campeonato Goiano de 2018. Uma vitória seria imprescindível para as pretensões atleticanas, haja vista o próximo jogo ser justamente um clássico contra o Vila Nova. No entanto, o Dragão saiu derrotado de campo e apresentou novamente um futebol preocupante.

Sem o camisa 10 Jorginho, vetado por ter sentido uma lesão nas vésperas do jogo, o treinador João Paulo Sanches lançou o volante Diego Valderrama em seu lugar e também optou por Tomas Bastos no time titular na vaga do atacante Roger. Novas peças, porém, o mesmo esquema tático previsível e que virou modinha no Brasil inteiro: o 4-1-4-1.

Leia também

De início, o Atlético entrou bastante sonolento na partida e viu o rival da região metropolitana dominar as ações do jogo. Porém, o time foi se acertando no primeiro tempo, passou a mostrar certa intensidade e logo conseguiu abrir o placar com Tomas Bastos convertendo um pênalti.

Após o gol, o Atlético passou a controlar a partida e não correu riscos. A coisa começou a desandar quando o meia Tomas Bastos sentiu lesão e pediu para ser substituído. No seu lugar entrou o limitado centroavante Vinicius Tanque. A alteração bagunçou completamente a equipe. Elder Santana foi deslocado para ponta e Wesley Natã para o meio, tudo isso na tentativa de manter o saturado e previsível esquema 4-1-4-1. Não deu certo, a Aparecidense usou o frágil lado direito da zaga atleticana para igualar o marcador.

O gol dos visitantes esfriou a torcida e desmontou o time rubro-negro. O Atlético foi COMPLETAMENTE dominado no segundo tempo e sofreu a virada de forma justa. O treinador não teve personalidade para alterar esse esquema tático previsível e fomos presa fácil do time do interior.

É desanimador. O time de apostas do Adson não mostra um mínimo de qualidade técnica que faça o torcedor ter alguma esperança de uma boa temporada. Final de semana tem o Vila e, por incrível que pareça, o favorito para a partida é o time colorado, ainda mais se Tomas Bastos e Jorginho não tiverem condições de jogo.

Ponto positivo da partida foi a cobrança da torcida no final do jogo, de forma pacífica. Ponto negativo (além do time) foi seguranças do clube partindo pra cima de torcedores. Graças ao bom trabalho dos policiais presentes, não houve incidentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!