O problema não são os resultados em campo

Exibir tudo

Sim, a atual diretoria tem crédito por ter levado o clube ao MAIOR título de sua história.

Sim, a diferença de orçamento na Série A é extremamente injusta.

Sim, a tabela com Flamengo e Corinthians sendo os primeiros mandos em casa complicaram demais.

Sim, Adson Batista é o MELHOR diretor de futebol da HISTÓRIA do Atlético.

Acredito que mesmo os torcedores mais “insatisfeitos” reconhecem tudo que as diretorias (Anterior e Atual) fizeram e fazem pelo clube desde o renascimento.

Vitórias memoráveis, títulos, acessos, evoluções e mais evoluções no Centro de Treinamento…

No entanto um pequeno “detalhe” sempre foi deixado de lado nesse tempo todo: “A TORCIDA”.

A habilidade das diretorias na busca de patrocínios e/ou na montagem de elencos parecem lhes terem faltando e muito quando o assunto foi aproximação com o torcedor.

Ao longo desses 13 anos de conquistas o clube optou em focar exclusivamente no FUTEBOL e acreditou que somente isso era o suficiente.

Ledo engano.

Formou apenas uma gama de “telespectadores”.

Torcedores que somente podem acompanhar o clube do lado de fora.

Não aumentou a torcida como poderia e/ou deveria.

Não fidelizou.

E sempre que pôde, optou pelo caminho FECHADO.

Não faltam exemplos para essa conclusão.

Como cobrar agora “gratidão”?

Como cobrar agora que o torcedor ENTENDA a realidade do clube se ele NUNCA teve acesso?

Como cobrar algum entendimento se ele NUNCA foi ouvido e/ou consultado?

Como cobrar algo de alguém que NUNCA FEZ PARTE?

Penso que mesmo nas maiores tragédias há o que se aproveitar.

A diretoria deveria aproveitar esse momento e refletir sobre os motivos das cobranças.

Elas vão MUITO além do baixo aproveitamento na tabela e da última posição no campeonato.

Vitórias e derrotas são inerentes do FUTEBOL e o problema jamais será ou foi esse.

Abram o sócio-torcedor, se possível com direito a voto.

Popularizem o clube.

Convoquem, valorizem e promovam nossos ídolos do presente e do passado.

Formem NOVOS ídolos.

Promovam sessões de autógrafos.

Façam jogos festivos.

Usem a imagem do clube e dos jogadores em favor da sociedade.

Promovam campanhas de doações de roupas e alimentos.

Promovam sorteios e/ou promoções que levem torcedores aos jogos fora.

Ou até mesmo para conhecerem os jogadores e o Centro de Treinamento.

Tragam de volta o Accioly.

Reabram as portas do CLUBE.

Retomem o caminho que um dia nos deu o título de “O CLUBE MAIS QUERIDO DO ESTADO DE GOIÁS”.

1 Comentário

  1. cmprados disse:

    É um bom discurso e realmente o clube precisa envolver de forma mais interativa, criativa e emocionante os torcedores. Porém esse princípio da reclamação me incomoda grandiosamente, pois é só o que tem sido feito a um bom tempo, preenchendo sempre com desconfiança e péssimas vibrações, cada partida que o Dragão disputa. Chega me causar nojo ir a um jogo e só escutar reclamações, antecipações de erros partindo das bocas dos torcedores, aguardando a confirmação desses erros nos pés dos jogadores, para então confirmar: “não falei que ele ia errar esse passe?!”, “sabia que ia errar esse gol!!!”. Se fizermos uma continha simples percebemos o quanto está sendo difícil formar uma equipe. Não pretendo defender ninguém, mas busquemos olhar para os maiores clubes do campeonato brasileiro, clubes com receitas milionárias, que com seus jogadores caríssimos não tem conseguido ser campeões dos torneios que disputam. Por que então o Atlético teria facilidades para montar seus elencos, se nem esses clubes estão conseguindo regularidades? Por que tal ou tal jogador escolheria vir para o Atlético ao invés de ir para um clube maior? Notem a quantidade de jogadores que estiveram no Atlético e hoje são referências nos clubes grandes em que atuam… Enfim, cobrar resultados também é papel do torcedor, mas ficar apenas cobrando resultados é deprimente. Sejamos mais positivos… Alguém se lembra que no ano que o Atlético foi campeão da série B ele não esteve na final do Goianão?

Deixe uma resposta

//]]>