Substituto de Abuda no clássico, Betinho destaca evolução defensiva do Dragão

Substituto de Abuda, vetado para o clássico do último domingo contra o Vila Nova, o volante Betinho, de 24 anos, deu conta do recado. Eleito pelo técnico Marcelo Cabo como um dos melhores em campo, ele ajudou o sistema defensivo rubro-negro a não tomar gols e se redimir da rodada anterior, quando ficou no 3 a 3 com o Itumbiara.

Betinho ficou em campo até mesmo quando o treinador decidiu mudar o esquema tático – sacou o também volante Silva e colocou Negueba no segundo tempo. Feliz pela vitória por 1 a 0, a primeira do Dragão em clássicos nesta temporada, Betinho afirmou que a cobrança interna era muito grande.

– A gente pecou nos jogos anteriores. Digo por mim também. A gente se cobra muito. No jogo contra o Itumbiara, erramos. Mas treinamos bastante, estamos corrigindo. Conseguimos anular as principais jogadas do Vila, acho que fizemos uma boa partida. Todo mundo se cobrou muito ali atrás – disse Betinho.

O próximo jogo do Atlético Goianiense será quinta-feira, em Goiânia, contra o Iporá, na abertura da segunda rodada do segundo turno. Mesmo que Abuda esteja disponível após se recuperar de dores musculares, Betinho poderá ser mantido na equipe. Independente da formação, ele espera ser um “bom problema” para o técnico Marcelo Cabo.

– Tenho que trabalhar mais ainda, não posso parar por aqui. Foi um jogo importante, todos se dedicaram muito. Mas é continuar trabalhando para colocar uma “pulga atrás da orelha” do Marcelo Cabo.

Fechado para comentários.