Niltinho abre mão da “lei do ex” contra a Chape e prega vitória com qualquer gol

Niltinho chegou ao Atlético-GO para a Série A após uma rápida passagem pela Chapecoense no início da temporada. Pela Chape, o atacante disputou 22 jogos e marcou três gols, todos no Campeonato Catarinense. No domingo, ele irá reencontrar o ex-clube e tentará ajudar o Dragão a conquistar a primeira vitória fora de casa para reagir no torneio.

Diante desse cenário, Niltinho não faz a menor questão de ser o autor de um possível gol da vitória. O atacante abre mão da “lei do ex” e se diz satisfeito com um triunfo com qualquer atleta balançando as redes.

– Se o Gilvan ou o Roger Carvalho fizerem gol e sairmos com a vitória, o grupo está de parabéns. Não só o atacante. Todo o time tem possibilidade de fazer gols – sentenciou.

Sobre o reencontro em si, Niltinho diz que está ansioso para enfrentar o ex-clube, mas que guarda apenas boas lembranças do período na Chapecoense, apesar da passagem discreta.

– Tem um sabor especial, mas só tenho a agradecer tudo que a Chapecoense fez por mim até hoje. Se estou aqui hoje, é graças a eles também. Temos que estar unidos. O grupo da Chapecoense é muito forte. Vamos em busca de pontuar lá.

Ataque modificado

Walter recebeu o terceiro amarelo no empate contra o Botafogo e, suspenso, não enfrenta a Chape. O provável substituto é Diego Rosa.

– Com o Walter jogando, é um pouco diferente, pois ele segura a bola e cadencia mais. Já o Diego Rosa, ou quem quer que o professor (João Paulo Sanches, interino) coloque, vai ser mais velocista. Será uma característica diferente, mas o mais importante é a vitória – avalia Niltinho.

Fonte: Globoesporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.