Ministério da Saúde pede ajuste no protocolo da CBF para o retorno do futebol




Está cada vez mais próximo o retorno do futebol para o final do mês de junho, mas para isso a CBF terá que mexer no protocolo que enviou para o Ministério da Saúde em meio à pandemia pelo novo Coronavírus e novidades acontecerão. O órgão havia recebido o caderno de protocolos de saúde e segurança elaborado pela entidade, já ensaiando o retorno do futebol para o mês que vem.

A entidade se debruça em detalhes e considera que o documento está praticamente pronto, mas que vai embasar em uma portaria da Anvisa e também do Ministério da Saúde. Com o adiamento do plano de volta em função das mortes pela Covid-19, o protocolo será mexido porque a previsão de retorno passa a ser diferente.

Leia também

De acordo com o jornal O Globo, a CBF está sendo cuidadosa e teme a pressão quando os órgãos federais disserem que o futebol poderá retornar. O Ministério da Saúde, através da Anvisa, que é um órgão regulador, pretende emitir um relatório que embase a autorização do futebol sem público pelos municípios, de acordo com o protocolo da entidade nacional de futebol.

Por fim, a entidade ficou de devolver o documento com as alterações necessárias o mais rápido possível, através do secretário-geral, Walter Feldman, que já sinalizou que a volta das partidas para o mês que vem é possível.







Os comentários estão encerrados.

error: Content is protected !!