Magno Cruz não esconde felicidade ao ver de fora, atuação de companheiros

Conhecido como o ‘Blade’, do Dragão, Magno Cruz retornou a equipe líder da Série B, na vitória de 2 a 1 sobre o Paysandu. Depois de três rodadas fora do time titular, o meio-campista não escondeu a sensação “ruim” de ficar de fora, mas ressaltou a felicidade pelas atuações do rubro-negro sem ele em campo.

– Foi a primeira vez que fiquei de fora, com o time jogando aqui em Goiânia, mas fiquei feliz pelas atuações que a equipe demonstrou. A felicidade cresceu com o resultado de hoje. Foi um jogo difícil, não mostramos nosso melhor futebol, mas o importante é que saímos de campo pontuando”, afirma.

O retorno não foi como esperado porque a parte física pesou, segundo o atleta “faltou fôlego” em determinados momentos, mas ele ressaltou, em entrevista concedida, que o apoio dos torcedores e de todos os integrantes do clube foi fundamental durante a recuperação de sua lesão. “Só espero não ficar mais fora do time”, brincou o jogador.

A FASE

Com passagens por clubes como Vasco, Brasil de Pelotas e Bahia, Magno Cruz não escondeu que seu atual momento no Atlético é o melhor da carreira. Ele ratificou que o elenco rubro-negro é o mais unido que ele teve a oportunidade de conhecer. “É o melhor clube que já defendi. Não existem problemas no vestiário e isso reflete dentro de campo. O que ficará marcado na campanha do time será a união da equipe”, disse o meia.

OS COMPANHEIROS

Enquanto esteve fora, Magno, viu as boas atuações dos colegas Jorginho e Luiz Fernando, ele não poupou elogios e apenas reforçou o discurso rubro-negro: “somos uma família, a cada partida mostramos a força do nosso elenco, que se tornou nossa marca na competição”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.