Lateral do Atlético-GO se pronuncia sobre pandemia “se precisar parar, vamos parar”




Muitas medidas estão sendo tomadas no país para que se possa conter a proliferação do Covid-19 (coronavirus). No futebol todas as competições oficiais da CBF foram paralisadas, e muitos estaduais se não foram paralisados, os jogos estão sendo realizados de portões fechados, que é o caso do estado de Goiás.

A decisão da não paralisação do campeonato vem dividindo opiniões pelos desportistas do estado. Clubes como Anapolina pedem o fim do campeonato e uma realização alternativa no próximo ano. Porém a grande maioria não sabe opinar ao certo sobre o caso, mas defendem o bom senso.

Leia também

O presidente o Atlético Goianiense, Adson Batista, já se declarou cético quanto ao assunto, e afirmou que ele apóia todas as medias preventivas que forem aderidas pela Federação Goiana de Futebol. O lateral-direito do Dragão, Reginaldo, salienta a preocupação com a pandemia e diz que os jogadores estão reféns de outras decisões.

“Acho que poderia haver votação. Se a maioria decidir que haverá jogos, tomando os devidos cuidados, óbvio… Fechar a entrada do público diminui um pouco (risco de transmissão do coronavirus) por causa da aglomeração das pessoas. Mas é uma decisão que nós, jogadores, ficamos de mãos atadas, pois seguimos ordens (dos clubes). Se precisar parar, vamos parar. Se tiver de jogar, vamos ter de jogar”, afirmou o jogador sobre os riscos de propagação do coronavirus.

Com a Copa do Brasil paralisada os jogos do Campeonato Goiano foram adiantados. Quinta-feira já ocorre o clássico entre Atlético-GO e Goiás. E para Reginaldo o clássico deve ser priorizado na equipe.

“É 100% no clássico. Costumo falar que, quando se entra do portão prá cá, nós esquecemos tudo, a vida pessoal e até nossa família fica um pouco de lado. Temos de focar nos treinamentos. Óbvio que torcemos por nossos familiares, que tenham os devidos cuidados. Os meus pais têm idade mais elevada. Peço que sempre se cuidem. Mas, do portão (do clube) pra dentro, temos de focar no nosso trabalho”, finalizou o jogador.







Os comentários estão encerrados.

error: Content is protected !!