Klever é só elogios para preparador que o escolheu após saída de Márcio

Muitos torcedores do Atlético ficaram preocupados na última temporada após a saída de Márcio. Durante a temporada, Klever, Marcos e Felipe entraram em campo, mas o primeiro conquistou a titularidade e o carinho dos torcedores por tudo o que fez no Campeonato Brasileiro Série B ao longo do ano. Klever se mostrou feliz com o momento, mas não se “ilude” e diz que para o futebol, o que importa é o hoje.

Eu estou muito feliz por tudo que vem acontecendo, é um momento especial, mas sabemos a responsabilidade que carregamos por isso. Ano passado foi muito especial por tudo que aconteceu, só que no futebol o que importa é o hoje, tudo que aconteceu foi bom, foi excelente, mas temos que pensar em sempre fazer bons jogos, buscar crescer e evoluir.

Klever foi só elogios para o preparador de goleiros do clube, Medeiros, “O Medeiros é um cara que não tenho palavras pra agradecer, estamos juntos desde o ano passado, trabalhando muito, toda a experiência dele, a qualidade. Um forte exemplo disso foi no ano passado, os quatro goleiros jogaram e foram bem, isso não é à toa, não é por acaso, se deve ao Medeiros, Nonô, a gente vê a importância dele”.

Medeiros chegou no Dragão em 2006, saiu duas vezes mas retornou, e está no clube a praticamente 8 anos. Ele explicou um pouco mais sobre sua maneira de trabalhar, onde se disse chato, mas se considerado um “paizão” para os goleiros do clube.

Acredito que sou um pouco chato, sou metódico, acredito que tenha que ser dessa maneira, mas também sou paizão, digo que trato os goleiros como trato meus filhos, quero o bem deles, como quero dos meus filhos. Faz parte ser chato, mas também dar um abraço, uma moral.

Medeiros lembrou quando Márcio deixou o clube rubro-negro para defender o Goiás e sua decisão por Klever. Para Medeiros, todos tiveram sua oportunidade de mostrar trabalho, porém, Klever foi superior ao conquistar a camisa 1 do Dragão.

Foi uma responsabilidade muito grande, sabemos de toda a história do Márcio no Atlético, por isso foi bem analisada as contratações, mas nós acreditamos (no Klever). Nós preparamos os goleiros para que quem jogar, seja o melhor e não foi diferente, preparamos os três (Klever, Marcos e Felipe) cada fez os seus jogos na maneira do possível e o Klever conquistou a condição de titular.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.