Folha salarial, Série B e remontagem do elenco: Adson Batista atualiza os bastidores do Atlético

Exibir tudo

Foto: Paulo Marcos/ACG

Em entrevista coletiva, o vice-presidente Adson Batista atualizou os bastidores do Atlético e procurou falar sobre vários assuntos durante a apresentação do atacante Thiago Santos e do meia-atacante Vitinho. Questionado sobre a disputa pelo G-4 com os outros rivais de Goiânia, o dirigente deixou o seu recado.

“Os três estão num nível muito igual. A partir de agora a margem de erro é zero. Mas está muito nivelado, é questão de um ponto, não tem nem como falar que o Atlético-GO é ou não é superior. É importante ter regularidade agora”, comentou Adson Batista.

Questionado sobre a remontagem do elenco que começou no início do ano, Adson explicou o planejamento da diretoria: “Na verdade, nós tivemos que remontar uma equipe. Muitos desses 39 jogadores foram apostas, atletas para o time sub-23 (que disputou o Brasileiro de Aspirantes), então este número não condiz com o nosso elenco que é muito reduzido. O elenco do Atlético é enxuto, às vezes fazemos uma mudança ou outra, e os jogadores que não se firmarem nós vamos liberando”, completou.

Por fim, o dirigente explicou que a folha salarial do Atlético é uma das mais enxutas: “A folha do Atlético é uma das mais baratas do Campeonato Brasileiro da Série B. Então essa é uma forma de trabalhar, buscando sempre novos talentos como foi com o Júnior Brandão, Oliveira e vários outros que estão jogando aí no elenco. É uma forma de trabalhar sem trazer desgaste financeiro pelo clube, pelo contrário, sempre buscando trazer retorno técnico e financeiro como foi com a venda do Brandão”, explica Adson

Deixe uma resposta

//]]>