Dragão empata com Anápolis e sela classificação na véspera do aniversário

Após sair na frente no placar, o Atlético Goianiense sofreu empate contra o Anápolis no estádio Jonas Duarte, na tarde deste sábado, 01. O ponto fora de casa garantiu a classificação para a semi-final, se juntando a Aparecidense, Goiás e Vila Nova. O Anápolis também precisava pontuar para se afastar de vez da zona de rebaixamento. E em um jogo de “comadres” como são chamadas essas partidas no futebol, os times saíram de campo com o resultado positivo para os dois lados.

O primeiro tempo não teve grandes emoções. O primeiro lance perigoso foi com Jorginho aos 2 minutos, ele bateu cruzado e Wagner Bueno espalmou afastando o perigo. O Anápolis respondeu logo aos 4, Thiago Cavalcante recebeu de David que bateu de primeira, a bola foi para fora. A partida se tranquilizou e as duas equipes tocavam bola sem conseguir uma finalização, e aos 29, parada técnica para os jogadores se hidratarem devido ao intenso calor no estádio Jonas Duarte. O primeiro tempo terminou como começou, sem chances efetivas de gol para os dois lados.

O segundo tempo também não começou nada promissor. O Dragão respondeu, e aos 25 abriu o placar. Após cobrança de escanteio de Abuda, Júnior Viçosa aproveitou o bate rebate na área e finalizou. Não demorou muito e o Anápolis chegou ao empate com o garoto Pedro Henrique que aproveitou a falha do zagueiro Ricardo Silva, o atacante viu que Kléver estava adiantado e marcou um golaço por cobertura. O restante da partida seguiu sem grandes emoções terminando empatada em 1 à 1.

FICHA TÉCNICA
Atlético 1 x 1 Anápolis

Data: 01/04/2017
Horário: 16h (de Brasília)
Cidade: Anápolis (GO)
Estádio: Jonas Duarte

Cartões Amarelos: Abuda e Willians (Atlético) Júlio César (Anápolis)

Árbitro: Bruno Rezende (GO)
Assistentes: Bruno Pires (Fifa/GO) e Ygor Monteiro (GO)

ATLÉTICO: Kléver; Daniel Borges, Ricardo Silva, Roger Carvalho e Wanderson; Abuda e Betinho; Willians, Jorginho e Negueba; João Pedro.

ANÁPOLIS: Wagner Bueno; Marcelo, Igor, Júlio César e Rafael Furlan; Neílson, Helder, Felipe Baiano e Rafael Pernão; Tiago Cavalcante e David.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.