Dirigente explica a posição da CBF sobre presença de torcidas nos torneios nacionais




Em entrevista ao jornal Meio Norte, o secretário da CBF, Walter Feldman, explicou a posição da entidade com relação a presença da torcida nos torneios que são comandados pelo órgão nacional. Para o dirigente, que explicou que não há previsão e que no protocolo não admite retorno de torcedores.

“Nosso protocolo foi estudado por 140 médicos e aprovado pelo Ministério da Saúde, é uma referência no setor, e contempla tudo em distanciamento social, responsabilidade da saúde, não está contemplado no protocolo da CBF a autorização do público. Torcida neste momento nosso protocolo não contempla”, destacou.

Com isso, Feldman completou: “O retorno do campeonato nacional depende de uma logística da malha aérea, por isso nesse momento achamos importante o retorno dos estaduais. Vamos aos poucos retomando a malha aérea, é um jogo combinado, o Brasil foi o único país do mundo que garantiu em 50 dias o retorno dos campeonatos”, contemplou.

Logo depois, o dirigente explicou o motivo de estender os torneios nacionais até 2021: “Essa é a tendência tanto do Brasileirão, é inexorável, e na sintonia fina que temos com a Conmebol estamos tendo reuniões semanais e aguardando o anúncio da data para fazer a adaptação ao calendário brasileiro”, analisou.







Os comentários estão encerrados.

error: Content is protected !!