Dirigente do Atlético se rende a promessa rubro-negra, mas faz alerta; confira

Exibir tudo

Em entrevista para à Rádio CBN, o vice-presidente Adson Batista se rendeu ao jovem atacante João Pedro, que substituiu Junior Brandão(suspenso pelo terceiro cartão amarelo), no triunfo do Dragão diante do Boa Esporte. Mesmo com a boa atuação da promessa do Atlético, o dirigente deixou um alerta.

“Muitos falam que tem que mandar embora, que não tem capacidade, mas não é assim. Evidente que ele trabalha sempre pressionado, pois atleta precisa render e mostrar qualidade. Teve um momento em que ele estava com 18% (de gordura). Isso é piada. Hoje ele está com um porcentual aceitável, de 11%. Ele teve esforço, se dedicou e se entregou. Evidente que não fez uma partida brilhante, mas nos ajudou. Fez a parede, lutou, brigou. Com esse pensamento, vai conseguir evoluir e ajudar o Atlético-GO. Quando pensa de maneira amadora, não se dedica nos treinamentos, fica acima do peso e começa a vivenciar a noite, pode ter certeza que não vai a lugar algum”, diz.

Questionado sobre a última vitória do Dragão, Adson se diz feliz com o resultado conquistados e espera que o Atlético mantenha o mesmo nível nos próximos jogos já de olho no G-4 da Série B do Brasileirão. Mesmo com as dificuldades que vieram, o dirigente acredita que os próximos jogos serão mais difíceis.

“Foi um resultado muito importante. Tivemos algumas dificuldades e ainda não estamos naquele nível que queremos: um time que marque melhor, que tenha mais posse de bola e cadencie um pouco o jogo. Às vezes, o time corre muito e entrega a bola para o adversário. Vira aquele “lá e cá”. Às vezes não temos o controle do jogo. Mas o importante foi que fizemos os gols na hora certa e conseguimos uma grande vitória. Os três pontos, neste momento, é o que mais importa”, completou.

Deixe uma resposta

//]]>