Desconfiança ao VAR passa diretamente por resistência da CBF durante o Brasileirão

Foto: Fernanda Luz/AGIF




Ainda que seu desfecho seja apenas na próxima segunda-feira, com a realização de mais duas rodadas, a 21ª rodada da Série A do Brasileirão já é mais uma das muitas jornadas comprometidas pela arbitragem e de critérios duvidoso.

Com isso, a tecnologia do VAR, que conseguiu minimizar os erros e controvérsias em boa parte dos mercados ao redor do mundo, parece só ter aumentado os questionamentos durante o Campeonato Brasileiro. É, isso, que diz muito mais sobre o nosso futebol do que a própria tecnologia.

O primeiro ponto, que sempre é levado em questão por muitos clubes e até mesmo pelos árbitros, que pode ser considerado como origem do problema, onde está na capacitação dos árbitros que apitam o futebol brasileiro.

Com isso, o debate da profissionalização se arrasta há longa data, mas segue engavetado pelas principais entidade do futebol nacional e sul-americano. Ou seja, trata-se de uma demanda ignorada, apesar do grande apelo dos árbitros por melhores condições no certame nacional.







Os comentários estão encerrados.