Criciúma 1 x 1 Atlético – Dragão precisa ficar atento aos bastidores

Exibir tudo

Neste sábado, o Atlético foi até o sul do país para enfrentar o Criciúma em partida válida pela 20ª rodada do Brasileirão Série B 2018. O Dragão tinha a missão de permanecer no grupo das 4 melhores equipes da competição e tinha pela frente o tigre catarinense em reação na competição, porém, que luta pelo rebaixamento.

O primeiro tempo foi de domínio rubro-negro, onde teve um lance que cabia a marcação de pênalti para o Atlético, mas, de fato, era interpretativo. Lance de bola na mão depende muito do “humor” do árbitro para que seja marcado, pra não dizer outra coisa.

No segundo tempo, o Criciúma equilibrou mais as ações e passou a incomodar mais o ACG, porém, aos 25 minutos o meia João Paulo (nunca critiquei) acertou um belo voleio e calou o estádio Heriberto Hulse. O gol saiu de uma boa trama entre Junior Brandão e Renato Kayzer.

O jogo caminhava para uma vitória tranquila do Atlético, até que ocorreu uma confusão entre os jogadores. O lateral Jonathan chocou sua cabeça com a do zagueiro Gilvan e caiu no gramado com dores. Os catarinenses, muito irritados, alegavam cena do time atleticano e aí começou a confusão. Empurrões pra todo lado, Zé Carlos do Criciúma querendo bater em todo mundo e um árbitro amador tentando controlar a situação. Resultado: duas expulsões pra cada lado e um tempo de acréscimo absurdo.

Depois da confusão, o Criciúma veio pra cima e conseguiu empatar aos 50 do segundo tempo. Novamente o Atlético não conseguiu segurar uma vitória e levou empate. Resultado ruim pelas circunstâncias. O tanto de ponto bobo que o Atlético deixou de ganhar no fim das partidas é muito grande, talvez estaríamos colados no Fortaleza se não fosse a imaturidade do time.  Contudo, não podemos chorar o leite derramado.. O que passou não volta mais e, se serve de alento, a rodada terminou e continuamos no G4.

Apesar de figurar entre os melhores, o Atlético vem sendo muito MINADO pela arbitragem. Já repararam que quase sempre os nossos jogadores amarelados em campo são os que estão pendurados? Já repararam que só árbitro sem expressão que apita jogo nosso? E as expulsões? Lembram daquela no clássico contra o time da 85? Aliás, time pelo qual contratou um senhor ex-dirigente do Palmeiras das antigas SÓ PARA ATUAR NOS BASTIDORES. O cara nem vem pra Goiânia. Atlético precisa ficar muito esperto quanto a isso.

Pra completar o assunto bastidores, o Atlético entrou de vez em colisão com a Federação Goiana ao apoiar uma “oposição” para comandar a FGF. No final do jogo, Adson Batista falou poucas e boas do atual presidente da FGF. Comprar essa briga NESSE MOMENTO seria um tiro no pé? Não sei, mas concordo que não dá pra aceitar tudo calado.

Sábado que vem o jogo é em casa. Mas em casa LITERALMENTE. Estádio Antônio Accioly. Que o dia 18 de agosto seja histórico e vou estar lá para escrever essa história.

 

Deixe uma resposta

//]]>