CBF volta a se manifestar sobre a chance de retornar a torcida nos estádios em 2020

Foto: Paulo Marcos/Ass ACG




Em entrevista coletiva, o secretário-geral da CBF, Walter Feldman, voltou a se manifestar sobre a chance de voltar a torcida aos estádios em meio à pandemia pela Covid-19. Para o dirigente, o debate já começou e deverá acontecer uma série de reuniões entre os clubes dirigentes e autoridades sanitárias.

“Isso é um processo em debate. Como houve demanda de clubes, iniciamos o debate, consultamos o Ministério da Saúde, hoje consultamos os clubes e não existe nenhum consenso. A reunião apenas iniciou. É provável que façamos outras reuniões nas próximas semanas”, explicou.

Para o dirigente, as reuniões entre os clubes apenas começou e só voltará a torcida aos estádios quando as autoridades de saúde de cada estado derem o aval para o retorno do público. Caso contrário, à CBF não pensa em retorno do público nesta altura do campeonato.

Por outro lado, duas propostas estão na mesa para o retorno do público, quando sair o aval: uma delas seria o retorno de 30% da capacidade de cada estádio para o retorno até o final de dezembro. Já em janeiro, teria uma nova reunião e aumentariam a capacidade para 50% da torcida de cada estádio.

Na última sexta-feira, os clubes, CBF e demais representantes da saúde voltaram a debater sobre o assunto em uma video-conferência online. No entanto, ficou definido que só no começo do segundo turno uma nova reunião entre as partes deverá acontecer.







Os comentários estão encerrados.