CBF toma atitude e pode apresentar sua primeira novidade para o Brasileirão 2021

Foto: Heber Gomes/ACG




Depois do último sábado, 8, pelo Brasileirão, em que o gol do São Paulo sobre o Goiás gerou uma dúvida se a bola ultrapassou ou não a linha do gol, gerou uma discussão e foi descoberto que o VAR da CBF não tem a tecnologia própria posicionada para atuar em casos como estes.

De acordo com o jornalista Rodrigo Mattos, do UOL Esporte, que trouxe a informação que à CBF tomará uma atitude importante e já pensa instalar câmeras na linha do gol nos estádios e já visando a disputa da Série A do Campeonato Brasileiro do próximo ano.

Neste começo de semana, o Goiás chegou a protestar sobre o caso na CBF, após o lance de sábado em que o goleiro Tadeu fez a defesa e a bola teria entrado toda no gol no estádio Morumbi, na capital paulista.

De acordo com a publicação, à CBF analisa a instalação de câmeras extras para auxiliarem em jogadas semalhantes para o Brasileirão de 2021. No gol do São Paulo, por exemplo, a visão final foi dada pelo bandeirinha que corria pela lateral do gramado.

Desde a instalação do árbitro de vídeo no Brasil, as imagens usadas pela tecnologia são das câmeras de televisão. Principalmente, que podem ir de 8 a 25 dependendo da partida e a ideia é instalar novas câmares para que não existam dúvidas em lances parecidos com outros times da elite do futebol brasileiro.







Os comentários estão encerrados.