Brasileirão: investigação sobre monópolio da Globo no futebol ganha novo capítulo




O Conselho Administrativo de Defensa Econômica, manteve o inquérito contra a Globo para apurar um possível monópolio nas transmissões de futebol no Brasil. O processo foi aberto após denúncia de uma equipe brasileira, que não teve seu nome revelado por questão de respeito e identidade.

A informação com o UOL Esporte, o Cade mandou perguntas às emissoras, clubes, federações dos países e também na CBF para questionar os métodos de negociação dos torneios. Além disso, o conselho pede que as instituições informem o modelo de compra e venda que acham mais favorávei.

Com isso, o Cade também analisa a visão dos clubes sobre a MP do mandante, que acabou caducando na última semana. A medida provisória dava o direito de negociação exclusivamente para o mandante da partida.

Diante fisto, a medida provisória que iria ser utilziada pela Turner no Brasileirão, porém a Globo entrou na Justiça e conseguiu bloquear as transmissões da emissora norte-americana.

CONFIRA TRECHOS DO DOCUMENTO DO CADE:

“As características do mercado de transmissão de jogos de futebol – com poucos agentes econômicos e marcado pela clara existência de posição dominante – podem desvirtuar o paradigma de ‘competição no mercado’ por uma competição ‘pelo mercado’, sobretudo no caso de negociação de campeonatos inteiros”, explicou o Conselho.

“Com esta prática, o Grupo Globo induz os clubes a não negociarem com outras emissoras, seja para produtos de interesse da Globo ou mesmo para aqueles que a empresa não pretenda adquirir”, conclui o documento.







Os comentários estão encerrados.