Brasileirão: clubes pedem reunião com à CBF e pedem explicações sobre arbitragem




Mais times se uniram e reclamações diretas e públicas à CBF contra a arbitragem no Brasil e pediram explicações à entidade após erros graves cometidos em seus jogos pela Série A do Campeonato Brasileiro.

Recentemente, o movimento começou ainda no primeiro turno do Brasileirão, quando o São Paulo, Atlético-MG, Grêmio e outros times começaram reuniões com à CBF para discutirem o futuro da arbitragem e para questionarem o comando do quesito, atualmente sob o comando de Leonardo Gaciba.

Nos últimso dias, o Corinthians foi outro clube que mais reclamou e segundo palabras do próprio presidente do time paulista, André Sanches, que articula levar um protesto formal pela eliminação na Copa do Brasil. Na mesma situação, o Botafogo pensa em fazer a mesma ação mais em jogo pelo Brasileirão.

“Não vai ficar barato. Vou à CBF levar o protesto do Corinthians por esse pênalti absurdo e farei questão de ouvir o aúdio da conversa do VAR. Arbitragens como essa de ontem não tem cabimento”, escreveu Andrés no dia 5 de novembro, no Twitter.

Após a rodada do final de semana, mais dois clubes entraram no bolo, o primeiro foi o Botafogo em um lance contra o Bahia. Já o segundo é o Goiás que reclamou do gol de Brenner e questiona o VAR por não ter enxergardo se a bola ultrapassou ou não a linha do gol.







Os comentários estão encerrados.