Em jogo válido pela 3ª rodada da Série B 2019, o Atlético foi até Bragança Paulista para enfrentar uma das equipes mais comentadas na competição: o RB Bragantino. O desafio era complicado, o time do interior paulista é o time com maior investimento a Série B, mas o Dragão é campão goiano e contava com bom início na Segundona. No entanto, não vimos a cor da bola.

Não tem muito o que falar sobre o jogo. O Atlético não jogou absolutamente nada, assim, não dá pra fazer uma análise mais profunda. Wagner Lopes teimou mais uma vez com o Pedro Raul no time titular. É assustadora a queda de rendimento do PR nos últimos jogos. Era candidato a ídolo rubro-negro e passou a ser disparado um dos jogadores mais contestados. Iludiu a gente o início dele arrasador? Voltou ao normal? Espero que seja só uma fase ruim de um jogador muito jovem, mas não dá pra insistir nele agora com a camisa 9. Não acerta nada.

Foi disparada a PIOR partida do Atlético em 2019. O time do Bragantino é bom, mas nada de mais. Estou vendo muita gente exaltando exageradamente eles, dizendo que uma vaga do acesso já é deles. Vi dos jogos anteriores deles e não me encantei. Ocorre que nessa noite qualquer equipe daria um sacode na gente. Até o Vila.

Primeiro tempo ficou barato no 1×0. No segundo, levamos mais 2: Final de 3×0 e só chutamos duas vezes no gol durante os 90 minutos. Sem explicação. O Atlético de 2019 não é isso.

Desde a final do Estadual, senti uma mudança no estilo do jogo do Atlético. Deu muito certo contra o Goiás e São Bento, mas não é um estilo que me agrada. Nosso time está abdicando de jogar com a bola, pra se limitar apenas a contra-ataques. Não sai jogando lá de trás trabalhando a bola. É só chutão e luta por rebotes. Esse estilo não é característico nosso, que sempre fomos um time que joga com a bola no chão.

Muita gente vai falar que precisamos de contratações. Se puder trazer gente pra agregar, ótimo, mas, sinceramente, nossos principais reforços estão no departamento médico. Jorginho e Washington fazem uma falta gigante no meio campo. Principalmente Jorge, que pra mim vivia sua principal fase técnica na carreira.

Na zaga, continuo com a impressão que Oliveira é melhor que Gilvan. Na lateral esquerda, Nicolas esqueceu seu futebol nas finais contra o Goiás. Que saudade do menino Moraes.

Uma derrota como essa dá margem para especulações. O que está acontecendo? Estão pedindo premiação ($$$$) ?

Valeu Dragão por estragar meu final de semana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!