Atlético-GO: Para Adson Batista, o Campeonato Goiano acabou e faz planos pro Brasileirão




O calendário do futebol regional, nacional e mundial está passando por um período conturbado devido a paralisação motivada pela prevenção a pandemia do coronavirus. No Brasil as competições estaduais já estavam chegando em sua reta final, e a probabilidade de não ter continuidade em detrimento do Campeonato Brasileiro é muito grande.

“Já foi (Goianão), vamos ser verdadeiros. Não adianta, o carro-chefe é o Brasileirão. Até porque os times do interior já dispensaram seus jogadores e só tem Atlético, Goiás e Vila Nova. O presidente da Federação Goiana de Futebol (André Pitta) tem me falado que vai esperar uma normativa da FIFA e eu espero que essa normativa tenha que declarar um campeão e como não tem mais como jogar, o Atlético estava na frente. Nós fizemos um campeonato limpo e honesto, então vamos aguardar porque não quero criar agitação errada. Eu queria ganhar dentro do campo, é muito mais gostoso, mas é uma questão que independe da gente porque ninguém esperava essa pandemia”, afirmou Adson Batista, presidente do Atlético-GO.

Leia também

Apesar de algumas tentativas por parte das organizações nacionais de futebol pra amenizar os prejuízos dos clubes a situação é bastante delicada. Os clubes se encontram de mãos atadas sem a nenhuma possibilidade de movimentação.

“Eu confio no nosso grupo, mas se o campeonato for começar em junho e tivermos jogos quarta e domingo sem tempo para treinar, nosso elenco é muito curto e precisaremos de algumas peças. Mas como vou contratar se não temos norte nenhum? Estou aqui mantendo o equilíbrio, mas não temos um rumo definido”, finalizou Adson Batista.







Os comentários estão encerrados.

error: Content is protected !!