Atlético 2 x 2 Oeste – Falta experiência ao time?

Exibir tudo

Nesta sexta-feira, o Dragão recebeu o tradicional freguês Oeste-SP no Estádio Olímpico, às 19:15hrs. O Atlético vinha de excelente vitória fora de casa diante da Ponte Preta e tinha a possibilidade de entrar no G4 se fizesse o dever de casa.

O primeiro tempo levava a crer que ao término da 7ª rodada estaríamos tranquilamente no grupo dos 4 melhores da Série B. Com jogadas bem trabalhadas e muita disposição dos jogadores, o Atlético fez rapidamente 2 gols. Junior Brandão, em sua primeira atuação como titular, anotou os gols em jogadas bem semelhantes, completando de cabeça para o gol após cruzamentos da ponta direita. O 1º tempo não se resumiu apenas aos gols, o Atlético amassou o Oeste e poderia ter feito até mais gols, contudo, o Oeste conseguiu diminuir o placar, em um gol achado, onde o atacante do clube paulista chutou, a bola bateu na trave, acertou as costas do goleiro Jefferson e voltou para o fundo das redes.

O gol afetou muito o Atlético, que não conseguiu repetir o ótimo nível de atuação no 2º tempo. O técnico do Oeste realizou algumas mudanças na equipe e conseguiu neutralizar a equipe do Atlético. Como nos jogos contra Criciúma e Guarani, em que o ACG abriu uma boa vantagem no placar, o time inexplicavelmente recuou e, pra variar, levou o empate.

Considero que o time vem apresentando bom padrão de jogo e jogando bom futebol. Aos poucos o Tencati vai encaixando as peças. Hoje ficou bem claro que Lucas Rocha e Jr. Brandão devem ser titulares e que o esquema deve ser apenas com 2 volantes, sendo eles Bileu e Rômulo.

Observando só os titulares, vejo que Alisson, Lucas Rocha, Mascarenhas, Rômulo, Kayser e Junior Brandão têm menos de 23 anos, mesma idade também do Fernandes, suspenso no jogo de hoje. Julio Cesar e Jefferson, 24 anos. Até prefiro elencos jovens, com jogadores com potencial e vontade de mostrar seu futebol, do que um bando de jogador já velho, rodado, já ricos, sem ambição, como é o caso do elenco do Goiás, nosso adversário no próximo jogo.

Contudo, sinto falta de alguns jogadores mais experientes e com perfil de liderança para conduzir a equipe. Jogadores que chamam a responsabilidade, que tiram a velocidade do jogo quando a equipe está vencendo. Nosso time recua muito e sempre é vazado. Em 2016, quando ganhamos a Série B, tinha jogadores como Lino, Gilsinho, Magno Cruz e Viçosa que seguravam a onda da molecada.

Ao que parece o elenco está praticamente fechado e não deve ter mais contratações. Acho que vamos ter que ir com a molecada mesmo e ver o que vai acontecer.

 

 

Deixe uma resposta

//]]>