Amigo de Kayzer e comparado com o Guerrero: novo centroavante fala sobre acerto com Atlético

Exibir tudo

Foto: Reprodução/Arquivo de Giovane

Em entrevista para a Rádio Sagres 730, o centroavante Giovane abriu o jogo e falou pela primeira vez sobre o seu acerto com o Atlético. Para o novo contratado do Dragão, quando soube do acerto com o clube ficou muito feliz e quer procurar honrar a camisa em 2019.

“Quando meu procurador me chamou e me informou que estava em negociação eu fiquei muito feliz. É meu sonho subir e ir crescendo na carreira. Receber uma oportunidade em um time grande aí de Goiânia, então vou dar o meu melhor e mostrar porque eu estou indo. E o que posso dizer é que estou muito feliz (…) É um time que tem uma torcida grande, apaixonada e que está sempre brigando na parte de cima e que eu acho que me encaixaria muito bem”, diz.

Questionado se conhece o Atlético, o atacante opinou sobre o assunto: “Eu conheço um pouco do Atlético, acompanhei antigamente na Série A, na Série B deste ano. Tenho um amigo que jogou aí que é o Renato Kayzer, meu amigo de infância. Ele me falou que está resolvendo, que a situação é complicada. Até disse pra ele que jogamos juntos quando pequenos e quem sabe agora chegou a hora de jogar juntos”, disse Giovani.

Por fim, o novo reforço falou que comparam seu futebol com o Lucão e o Guerrero: “Se for falar de Série A do futebol brasileiro, as pessoas me comparam muito ao Paolo Guerrero. Na Série B, me compararam com o Lucão. Quando o Criciúma tentou minha contratação, me compararam muito com o futebol dele porque sou um jogador que tenho muita força, chuto com as duas pernas (sic) e tenho velocidade. Acredito que no Atlético vou melhorar bastante, evoluir mais ainda e espero que dê tudo certo”, destacou Giovane.

Deixe uma resposta

//]]>